quinta-feira, 1 de julho de 2010

#21

Era proibido escrever seu nome, mas o fiz...
Quando o fiz, seu vento bateu e secou minhas lágrimas.